22 de julho de 2007

Box dos Conceitos

Bem apesar de ainda haver métodoss defensivos dos quais ainda posso falar, decidi esta semana demonstrar o conceito de contra-ataque e mostrar que este é muito mais complexo do que o chuto para a frente e os extremos que corram (eu juro que já ouvi isto)...O contra-ataque pode ser das coisas mais bonitas que o futebolpode ter e necessita de muito trabalho para sair com condiçoes favoraveis para uma boa finalizaçao....

O contra-ataque é um método de jogo que apresenta com principais características:

– Uma rapidíssima transição da bola da zona do campo onde se efectua a sua recuperação para a zona de finalização, sendo, portanto, muito breve a duração da fase de construção do processo ofensivo (inferior a 12 segundos).

– Uma grande velocidade de circulação da bola e dos jogadores.

– Uma grande simplicidade, traduzida na intervenção directa sobre a bola de um número muito reduzido de jogadores (4 no máximo) e na execução das acções técnico-tácticas fundamentalmente pelo lado do risco.

– Os comportamentos técnico-tácticos utilizados (raramente mais que cinco) são normalmente executados em condições favoráveis em termos de tempo e de espaço porque a grande velocidade de progressão dos atacantes raramente dá tempo à equipa adversária para fazer a recuperação defensiva e porque as equipas que utilizam o contra-ataque como forma dominante de organização ofensiva defendem muito próximo da própria baliza para obrigar a equipa adversária, quando em processo ofensivo, a “subir” no terreno de jogo, criando, em consequência, grandes espaços entre a última linha defensiva e a baliza, espaços que são posteriormente utilizados para a aplicação eficaz do contra-ataque.

- Contra-ataque (pouco tempo de ataque, poucas acções técnicotácticas, poucos jogadores a intervir sobre a bola, grande velocidade de circulação da bola, baixa organização da defesa adversária)

Aspectos favoráveis:

– Gera grande instabilidade na organização defensiva da equipa adversária devido quer à rápida transição da bola da zona onde é recuperada para a zona de finalização, quer à constante alteração do ângulo de ataque, possível graças à existência de grandes espaços livres.

– Gera, na equipa adversária, índices elevados de insegurança. Insegurança que pode levar um só atacante a “prender” dois ou mais defesas que, consequentemente, não poderão integrar-se no processo ofensivo da sua própria equipa.

– Provoca um grande desgaste físico e psicológico aos jogadoresadversários que têm por missão marcar os principais responsáveis pelo relançamento e suporte do contra-ataque.

– Cria aos jogadores adversários grandes problemas de marcação devido ao facto da maior parte dos deslocamentos dos jogadores em contra-ataque serem efectuados de trás para a frente da linha da bola.

– Dificulta à equipa adversária a utilização do contra-ataque ou do ataque rápido porque, quando esta recupera a posse da bola, há um grande número de jogadores adversários atrás da linha da bola, mantendo um eficaz equilíbrio defensivo.

– Permite aos jogadores iniciativa, improvisação e criatividade.

Aspectos desfavoráveis:

– Há grandes probabilidades dos atacantes perderem rapidamente a posse da bola devido à alta velocidade em que têm de ser decididas e executadas as acções técnico-tácticas.

– É um método demasiado individual porque em quase todas as situações de jogo os atacantes encontram-se em igualdade ou inferioridade numérica pelo que são obrigados a tentarem resolver as situações sozinhos. Daqui a exigênciados jogadores serem rápidos e muito eficientes na resolução de situações 1x1 e 1x2.

– Provoca um rápido desgaste físico nos jogadores que têm como tarefa principal a condução do contra-ataque.

– A organização defensiva, baseada na concentração de jogadores muito perto da própria baliza típica das equipas que jogam em contra-ataque, pode provocar quer um grande e permanente perigo devido à pouca distância a que a bola se encontra da própria baliza durante a maior parte dotempo de jogo, quer ao estiramento da equipa em profundidade.

Este exemplo de contra-ataque exagera no numero de toques que a equipa realiza...mas é fantastico

Já este contra ataque é tal e qual como todos deveriam ser...simples rápido e super eficaz...

Espero que tenham gostado...um abraço FMBP

1 comentário:

disse...

Boa tarde!
Antes de mais,parabéns pelo blog!
Ainda por cima com um tema ligado ao dia-a-dia da maioria de nós!

Convido-o agora a visitar também a acrescentar o meu link à vossa barra de links laterais:

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Obrigado!

Google-search box

Google