15 de outubro de 2007

O meu futebol

Estou de regresso com mais um post...espero que este post seja do vosso agrado e que vos faça comentar!!!
O caso sobre o qual vou escrever é muito fresquinho...ocorreu a semana passada e deixou-me algo (muito) confuso...

Tudo se passou no plantel senior do Leixoes...mas não é sobre o plantel do Leixões que vou falar...mas sim sobre o seu PREPARADOR FISICO Nuno Amieiro...
Para quem não sabe Nuno Amieiro, formado no antigo FCDEF (actualmente FADEUP), defensor "acérrimo" (pelo menos escreveu um livro) da periodização tactica, tão incutida nos cerebros de todos os que passam por essa escola de treinadores (atenção, eu tambem defendo que a periodização tactica é uma boa metodologia) é um dos co-autores do livro de grande sucesso "Mourinho - porquê tantas vitorias".

Para quem não sabe tambem...este livro baseia-se no seguinte: - defesa do treino que integra todos os factores de jogo(tactica,tecnica,fisica e psicologica em conjunto) em cada momento do treino (como eles dizem, cada segundo, cada minuto, cada dia...), a chamada periodização tactica...Nota:as minhas definições não são as normalmente usadas pela terminologia universitária, decidi usar esta para estar ao alcance de todos...

O que me deixou perplexo...Amieiro como preparador fisico é bem capaz de ter ouvido da boca do treinador que a equipa não está bem fisicamente (estou a divagar), e se lerem o livro na metodologia dos autores não existe má forma fisica...e foi com os jogadores para o Parque da Cidade no Porto para os atletas realizarem um exercicio de corrida continua...o chamado treino á antiga...(onde está a bola???as funções e tarefas dos jogadores??e as inter e intra relações existentes durante o jogo??pois...durante a corrida não existem...obviamente irá haver uma melhoria da condição aérobia do atleta).

O meus pontos para discussão:

-Devemos algum dia abdicar totalmente das nossas convicções (penso que escrever um livro é uma demonstração de convicção) em prol dos maus resultados?(aqui ficam as minhas respostas : - Eu acho que devemos acreditar em algo e devemos lutar porque ela dê certo...Nunca devemos dar nada como totalmente certo, nem como totalmente errado...mas devemos sempre ter uma linha condutora de trabalho e vamos seguindo essa linha...eu vou formando a minha...e vou guardá-la para mim e para quem trabalha comigo...e se as pessoas não confiam no nosso trabalho é nossa maneira(é essa a função do preparador/metodologo não?ex: queiroz, aroso, etc...) e passamos a ser desconfiados...hummm talvez esse já não seja o lugar ideal para nós)

-Será que Amieiro demonstrou que não sabia periodizar e adaptar o processo de treino á realidade de uma 1a Liga?
(a verdade é esta...uma coisa é treinar um escalão de formação no FCP, outra é treinar uma equipa de menos talento numa primeira liga...e temos de nos adaptar á realidade...não existem receitas no futebol)

- Rui Faria escreveu o seguinte sobre o livro :"estamos, na minha opinião, na presença de um livro que mudará em definitivo o rumo metodologico do alto rendimento"...e um dos autores preferiu desistir de lutar pela mudança...

-Um dos pontos chave no futebol actual é reduzir o tempo de pensamento do jogador (o jogador demora 2/3 do tempo a pensar e 1/3 a realizar e quanto menos tempo gastar a pensar mais avanço ganha ao adversario)...a correr quase não se pensa...nem para respirar é preciso pensar

-
A metodologia que vou criando e formando com a minha experiencia é que de uma maneira está bem quando se ganha e que outra está bem quando se ganha e que está tudo mal quando não se ganha...e que temos de ser mais espertos que os outros e temos de conseguir trabalhar tudo e bem...não existe metodologia perfeita, mas existe metodologia a seguir e a acreditar...

OK, e eu falo assim porque ainda moro em casa dos meus pais e não tenho contas para pagar...mas que me deixou triste ver pessoas a fugir assim da sua metodologia, deixou...

Umas perguntas finais : e se Amiero agora consegue fazer a equipa do LSC vencer os jogso que restam vai fazer outro Livro???Que pensará quem lhe ensinou/incutiu a metodologia???e os colegas que escreveram com ele???e ele??e se assim corre bem ele irá fazer uma errata do outro livro???

(parque da cidade ou espaço de treino)

Só uma frase de um dos meus treinadores referencia a nivel de comunicação e relação com os jogadores, Pat Riley NBA...uma frase digna de um verdadeiro lider e para a qual eu olho como uma maneira de viver: "Look for your choices, pick the best one, then go with it."
Vejam as vossas opções, escolham a melhor e fiquem/sigam com ela

Se houver respostas a este artigo podemos continuar a ter esta discussão metodologia no blog...
Espero que tenham gostado!
Um Abraço FMBP

7 comentários:

FMBP disse...

deixo aqui a noticia sobre isto...eu noto aqui uma volta á pergunta...

http://www.record.pt/noticia.asp?id=761083&idCanal=806

Ruben Correia ( Adjunto) disse...

Ja li a noticia do record, e tambem o comentário do fmbp.E concordo kom a opinião do nando.
Eu axo ke kada um tem o seu método de trabalho e ke o deve desenvolver e melhora-lho ao máximo, kontudo devemos de ouvir outras opiniões de pessoas mais experientes aceitálas e respeitalas.NO entanto mesmo trabalhando em konjunto devemos manter a nossa maneira e método de trabalho e akreditar ke esse é o melhor para a ekipa e não mudar o nosso método só porque alguem superior o criticou.
abraço

Henrique disse...

O artigo é muito interessante. É bom ler/ouvir opiniões sobre futebol que não são somente meros devaneios de quem pouco percebe de táctica. Bem-hajas.

Kaká disse...

É um típico caso de um jovem licenciado que não quer perder o emprego e, para tal, teve que abdicar dos seus ideais (se alguma vez os teve),porque alguém disse que a equipa estava em má forma!! Mas uma equipa está em boa ou má forma quando quando estão adaptadas ou não à forma de jogar do seu treinador. Mas o treino de uma jogador de futebol é muito diferente de um praticante de atletismo. Já ouvi muitas vezes esta frase:"Para um jogador de snooker melhorar o seu jogo, será que ele anda a correr à volta da mesa??". É o que acontece numa equipa de futebol: em vez de treinar dentro do campo (para acelerar o pensamento em jogo), andam a correr à volta do campo. Mas também concordo que cada um tem a sua metodologia de treino e que a deve defender até ao fim; isto desde que acreditemos nas nossos ideais e no sucesso dessa metodologia.
Um abraço.

M&C disse...

Isto realmente dá que pensar! Mas no futebol acontece de tudo! Muda-se de clube,ideais, covicções....erra-se, acerta-se, volta-se a errar, não há verdades absolutas....o k interessa é ganhar! E neste caso o chefe é quem manda! A hierarquia é clara! Daí (quase) todos os preparadores sonharem com o papel principal....aí sim têm liberdade para pôr prática os seus métodos....até lá é esperar pela oportunidade....e obedecer ao chefe (concordando ou não!)

wilian disse...

em primeiro lugar quero desde ja deixar uma profunda admiração por doi trabalhos literarios da autoria do nuno. Depois como disse ja aqui alguem o nuno não é o treinador e tem que se sujeitar e operacionalizar a metodologia de treino de quem manda, treinador principal.Por fim deixo aqui a duvida, será que vale a pena trabalhar contra as nossas convicções?, será que o nuno deveria ter aceite o cargo?, será que apesar de não trabalhar de acordo com as suas ideias isto pode ser uma rampa de lançamento para o seu futuro? Só o futuro nos trará uma resposta, mas por favor deixem-se de falsos moralismos e coloquem-se na sua posição. E já agora parabens ao nuno principalmente pela obra defesa à zona, dos melhores livros de futebol que já li.

Anónimo disse...

Confesso que desconhecia esta notícia... mas confesso que tb eu sou um crítico a muita coisa... mas... se um dia quiserem ser profissionais de futebol, talvez tenham de treinar em escolas de animação para ganhar dinheiro e fazer coisas em que não acreditam e estar com miudos que não querem saber daquilo para nada, tal como treinar em clubes com ordenados em atraso, tal como treinar em clubes que o presidente poe a unha...

Se calhar mandam tudo para o car$%?# mas se calhar têm contas e familia e vale a pena aguentar pq afinal tb se aprende com aqueles que achamos que trabalham mal...

Não quero defender ninguem, mas fazer velocidade em duas filas para ver quem chega primeiro a uma linha de meta no futebol, é no mínimo estúpido, mas a verdade é que já o fiz... pq? tinha outras prioridades mas não quis deixar de estimular a velocidade... serei estupido por me contrariar?

Enfim... caso estranho mas... só quem tá por dentro é que sabe... talvez se estivessem por dentro tb sabiam por que é que o Stojkovic nunca mais jogou com o Paulo Bento :)

Abraços

Google-search box

Google